Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sofá Branco

"Esta é sem dúvida a era das novas invenções para matar corpos e salvar almas, todas divulgadas com a melhor das intenções." - Byron

Sofá Branco

"Esta é sem dúvida a era das novas invenções para matar corpos e salvar almas, todas divulgadas com a melhor das intenções." - Byron

Problemas de divisão

 Como é que se dividem nove pães redondos por dez pessoas?

 - 5 cortam-se ao meio (10 partes)

 - 4 cortam-se em 3 partes iguais (12 partes)

 - 2ªs das terças partes cortam-se em 5 partes iguais (10 partes de 1/15 do original)

Portanto cada pessoa fica com uma metade, uma terça parte e um quinze avos de um pão.

 

 Matemática pode parecer, muitas vezes, um bicho de sete cabeças, mas é sempre bom relembrar que foi desenvolvida para criar ordem no nosso mundo, primeiramente para dividir terreno e comida, diminuindo assim possíveis conflitos sociais. Neste exemplo dos pães, nove pessoas poderiam ficar com nove pães, dando cada uma delas umas migalhas à décima, mas esta solução é bem mais democrática, deixando toda a gente igual.

Matemática

 1: Matemática é a língua do Universo

 2: Tudo à nossa volta pode ser entendido e representado através de números

 3: Quando esses números são representados em gráficos, surgem padrões. Há padrões em tudo.

Pi, Darren Aronofsky

'Ilha das Flores' de Jorge Furtado

  A Ilha das Flores é uma curta-metragem/documentário cujo princial tema é o funcionamento da economia na sociedade actual, retratando, principalmente, a forma como são feitas trocas. Está narrado de uma forma bem ao estilo de clássica ficção científica, retratando problemas sociais e culturais bem reais, com ênfase na pobreza gerada pela sociedade de consumo. Pouco mais posso acrescentar, simplesmente vejam.

Porquê a mim? - Juliette

  "Para fazer carreira no jornalismo político é necessário ser mulher, jovem e bonita. Funciona sempre"

 "A verdade não precisa de outro barulho que não o dela própria" é a última frase da contracapa deste livro. O que primeiramente me cativou foi o facto de ser anónimo; foi a primeira vez que vi tal coisa. O resto veio depois. Nem a edição nem a escrita são as melhores mas o livro lê-se bastante rápido.

Uma jornalista política numa cama de hospital devido a ter apanhado sida, contando a sua história com bastante ênfase no ser que é o homem político e como o mundo jornalistico por vezes gira em torno de favores sexuais. O ego elevado do ser humano é uma faca de dois gumes que, quanto maior a inevitabilidade da situações com que nos deparamos - neste caso a morte - maior é o sentimento de revolta e tristeza que nos atinge. É com esse sentimento que este livro está escrito, não só raiva, mas também, de certa forma, alguma paz e espiritualidade.

Primeiro Post

 Não sei o que vai sair deste blog. Não sei mesmo. Para mim, por agora, será apenas uma questão de entertenimento pessoal, sem qualquer tipo de objectivo ou assunto específico.

 Uns quantos parágrafos portanto, umas quantas divagações, uns quantos livros...não vou fazer qualquer espécie de publicidade a não ser que venha, talvez, de uma escorregadela numa ocasional conversa de café. Acho que me vai benificiar em algo, ainda que no anonimato da internet, nem que seja ao nível da gestão pessoal de tempo e espaço, pois vou precisar abrir intervalos para ambos, e na questão de disciplina pessoal, visto que pretendo ser consistente nas publicações.

 

Por agora, neste primeiro post, fica apenas um "bem-vindo" a quem quer que seja que, através das artes mágicas da internet, venha parar a este canto. Se ninguém vier tanto pior, ou tanto melhor conforme o freguês.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Blogues

Youtube

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Mensagens