Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sofá Branco

"Esta é sem dúvida a era das novas invenções para matar corpos e salvar almas, todas divulgadas com a melhor das intenções." - Byron

Sofá Branco

"Esta é sem dúvida a era das novas invenções para matar corpos e salvar almas, todas divulgadas com a melhor das intenções." - Byron

Irving Wallace - O Cavalheiro de Domingo

CAM00460.jpg

  Ao ler Irving Wallace numa coisa repara-se, se é que faz sentido, ele escreve como a "nossa" professora de português gostaria que escrevêssemos. Há algo de muito correto na estrutura da escrita em si que não é muito normal, e raios partam se no caso dele as palavras não são mais fortes por isso. Aqui percebi porquê, Irving Wallace trabalhou a escrever artigos para jornais e revistas durante mais de quinze anos antes de escrever romances.

  Este livro é composto por vários artigos escritos por Wallace, alguns dos quais nunca publicados, ou nunca vendidos ou por decisões dos jornais, outros que foram cortados e aparecem aqui na totalidade pela primeira vez, e ainda outros que foram publicados tal e qual estão.

 

  Ao todo são vinte artigos, alguns dos quais se focam em histórias de alguma forma relacionadas com a segunda guerra mundial, ou com pessoas que estiveram envolvidas na mesma, (altura em que Wallace trabalhou e esteve no exército), como "Os Mutilados", que fala sobre desenvolvimentos que estavam a ser feitos em próteses no hospital Lawson (Georgia) para aqueles que vinham da guerra...mutilados, "O Magnate", sobre Alfried Krup, um dos homens mais ricos do mundo que produziu armas para a Alemanha, sendo preso após a guerra e libertado pouco depois disso, continuando os seus negócios, e "As Sete Celas Secretas" em que Wallace retrata a prisão de Spandau na Alamanha, construida para albergar 132 prisioneiros, apesar de ter apenas 7, todos eles homens topo do regime nazi julgados no tribunal de Nuremberga.

  Outros artigos falam sobre os desenvolvimentos feitos em psiquiatria, nomeadamente a lobotomia pré-frontal que fora concebida por - para minha surpresa - o nosso Egas Moniz que por ela ganhou um prémio Nobel, sobre a marca de carros Rolls Royce, sobre o expresso do oriente e sobre as gueixas japonesas.

  Entre os que mais gostei estão sem dúvida "O Incrível Dr. Bell", sobre um médico de nome Joseph Bell, que foi professor de Arthur Conan Doyle e cujo poder de observação inspirou a personagem de Sherlock Holmes, "A Coluna Da Agonia" sobre as páginas de anúncios pessoais do jornal Times de Londres e "O Detetive dos Santos" onde se explica o processo de canonização católico e os esforços de um padre, de nome O'Brien, que passou anos a investigar um outro padre, Junipero Serra, que era candidado a se tornar santo. Procurando no google vi que foi apenas em 2015 que tal aconteceu.

 

  No final de cada artigo Irving Wallace acrescentou um "O que aconteceu depois" onde vai ver o que foi feito, ou dele, ou das pessoas ou sítios ou coisas relatadas, entre o momento em que inicialmente escreveu os artigos e a publicação deste livro, em 1966. Ao todo são umas boas 600 páginas e é garantido que há algo para toda a gente.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Blogues

Youtube

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Mensagens